Top 5: Filmes para ver no feriado

Neste post irei vos dar dicas sobre filmes que irão alegrar o vosso feriado!

1.Este é o meu rapaz

Sinopse: Quando ainda era adolescente, Donny (Adam Sandler) teve um filho, Todd (Adam Samberg), e cuidou dele até completar 18 anos. Após este período eles ficaram anos sem se ver. Quando Todd está prestes a se casar, o pai reaparece em sua vida, mesmo sem ter sido convidado para a cerimônia. Donny perdeu todo seu dinheiro devido a problemas com a Receita Federal e, por causa disto, resolveu pedir ajuda ao filho. Diante a da situação, cabe a Todd ter que lidar com a presença inconveniente do pai, que cria diversos problemas com sua noiva Jamie (Leighton Meester).

2. Cada um tem a gémea que merece

Sinopse: Jack Sadelstein (Adam Sandler) é um produtor de televisão que vive em Los Angeles. Sua irmã gêmea, Jill (Adam Sandler) mora em New York e resolve visitá-lo durante o feriado de Ação de Graças. Forçado a lidar com sua irmã gêmea, que não vai embora, Jack Sadelstein acaba se vendo em uma das maiores confusões da sua vida

 

3.Millennium: Os Homens Que Não Amavam As Mulheres

Sinopse: Este é o primeiro filme de uma trilogia adaptada do sucesso literário de Stieg Larsson, a Trilogia Millenium. Dirigido por David Fincher e estrelando Daniel Craig e Rooney Mara, o filme é baseado no primeiro livro da trilogia, que junta vendeu mais de 50 milhões de copias em 46 países e se tornou um fenômeno mundial. O roteiro é de Steven Zaillian.

 

4. Compramos um zoológico

Sinopse: Benjamin Mee (Matt Damon) é um pai de família que decide que precisa recomeçar sua vida após o falecimento da esposa. Desta forma, ele e seus dois filhos se mudam para um zoológico em péssimo estado de conservação, onde, com a ajuda de uma equipe de funcionários, tentam fazer com que o local recupere o brilho perdido.

 

5. Os descendentes

Sinopse: Matt King (George Clooney) é um advogado, descendente de uma família importante do Havaí, que possui uma grande e cobiçada parte de terra ainda virgem. Entre os diversos primos herdeiros, ele é o depositário fiel dos direitos sobre a propriedade. Elizabeth, sua esposa, sofre um acidente com um barco motorizado e fica em coma. King tem então de enfrentar diversos desafios. Enquanto torce pela recuperação da esposa, ele tem que educar a filha pequena e lidar com a mais velha, rebelde e desgarrada.

Não bastasse tudo isso, Matt ainda é pressionado pelos primos, que querem vender as terras, em virtude de uma lei que impôs um prazo de 7 anos para se desfazerem da terra(que lhes foi concedida), sob pena de complicações futuras.

No meio deste turbilhão, ele descobre que Elizabeth estava tendo um caso com outro homem, fato que o faz repensar uma série de coisas enquanto marido, pai e chefe de família.

 

Anúncios

Resenha: Paixão sem limite

Imagem

Livro: Paixão sem limites

Autora: Abbi Gline

Série: Sem Limites

Avaliação: 4/5

Sinopse:  Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.


 

Blaire Wynn acabou de vender a sua casa na qual tinha morado para conseguir pagar o tratamento da mãe e acabou por perde-la devido ao cancro. Sem dinheiro e sem ter onde morar, o único jeito é procurar pelo pai e rezar para que ele a ajudasse.

Imagem

 

                 ”Ele podia ter tudo o que quisesse. Menos ela.”

Paixão Sem Limites é um New Adult onde  há linguagem mais agressiva e cenas sexuais. Apesar de ser um livro curto, ele faz com que o leitor queira ler mais e mais, por isso nem damos pelo tempo passar. O livro começa logo com cenas bastante dramáticas, falando da vida de Blaire mas não é por isso que o livro deixa de ser engraçado porque por vezes as personagens são tão ridículas (no bom sentido) que nos fazem rir…
O final de Paixão Sem Limites tem uma grande reviravolta que me deixou com muita vontade de ler. O que mais me fascinou neste livro foi sem dúvida o romance, que é o principal foco do livro mas um ponto que eu gostei muito foi o facto de relatar cenas passadas e o leitor sentir o quanto sozinha Blaire se encontrava.

”A maioria das meninas que ele conhecia não fora forçada a se proteger nos últimos três anos. Precise cuidar de minha mãe, mas não tinha ninguém para cuidar de mim.”


Vamos encontrar a raparida simples e doce chamada Blaire, ela aprendeu tudo sozinha e a cuidar dos outros quando não tinha ninguém para cuidar de si, já que a sua irmã gémea morreu, o seu pai a abandonou enquanto a sua mãe se encontrava com cancro. Quando esta morre, Blaire decide pedir ajuda ao seu pai e é ai que conhece Rush, filho de um astro do rock rico, ele não precisa fazer muito para viver e aproveita para festar e estar com uma mulher diferente a cada dia. Rush é o tipo de rapaz que tem tudo e faz tudo o que quer, mas assim que vê Blaire sente que ela é diferente ( certas partes do livro fizeram-me lembrar Travis e Abby de Belo Desastre).

paixão-sem-limites_-1024x396

“– Enfie isso na sua cabeça. Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. Você é… perfeita, intocada. E no final nunca me perdoaria.”

Ao longo do livro encontramos várias personagens e uma que se revelou foi a amiga de Blair que me fascinou. A personagem que eu achei que estava pouco presente na história foi Grant e não gostei de Nan, a irmã mais nova de Rush.

 

cats

TAG: DIAS DA SEMANA EM LIVROS

Bom dia! Hoje trago uma TAG criada pela Garota ir. Carreguem aqui para o video da TAG e para o blog.

Categorias:

・ Domingo – Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.

Imagem

Foi um livro que entrou para a minha lista de favoritos, pela sua história, pelas personagens e pela sensação que o livro nos dá de que devíamos ser “nós” no lugar da Abby.

・ Segunda – Um livro que você tem preguiça de começar.

Imagem

Todos me indicam este livro mas eu não tenho lá grande vontade de ler e eu já comecei duas vezes mas algo não me chama a atenção para continuar a leitura.

・ Terça – Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação. 

Imagem

 

Não foi bem por obrigação mas não gostei tanto do livro como o resto das pessoas gostaram e acharam-no fantástico.


・ Quarta – Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.

Um livro que deixei pela metade foi

Imagem

 

Primeiro é um livro com cerca de 500 páginas e segundo algo não desenrola.

E o livro que estou a ler no momento é

Imagem

 

Estou a ler no momento mas ainda não tenho opinião porque estou bem no inicio.


・ Quinta – O livro de quinta. Um livro que você não recomenda. 

 

Imagem

 

Achei uma história ridícula e sem sentido, as personagens mudavam de humor de um momento para o outro como de amores.


・ Sexta – Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)

Ainda não li o livro mas estou ansiosa que chegue o filme ao cinema de:

Imagem

 

・ Sábado – Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou. 

 

Imagem

 

É um livro que me conquistou desde a primeira página. Adoro s2

 

Imagem

Resenha : Insurgente

Insurgente

Título: Insurgente

Série: Divergente – Livro 2

Autora: Veronica Roth

Página em e-book: 309

Avaliaçã:4/5

Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama – e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.


“Sinto uma pontada de saudade de como as coisas costumavam ser.”

Para mim este livro foi muito parado, teve ação mas não tanta como eu esperava. O primeiro livro conquistou-me mas este só tinha vontade de ler para o acabar por ser tão parado, a Tris começou-me a irritar devia às escolhas que esta estava a fazer. Quatro revela mais o seu passado e fez com que eu gostasse mais dele, chamou-me bastante a atenção e deixou de ter ar de mauzão. A história desenrola bem devagar mas ao mesmo tempo num curto espaço de tempo, diversas coisas acontecem. Partes do livro deixaram-me de boca aberta ” Como é que fizes-te isso” ou “Não, ele não vai fazer isto, como pode?”… O livro começa quando a Tris, Tobias e os refugiados tentam refugiar-se na sede da Amizade, depois do ataque de Jeanine e quem está do seu lado. Tris só quer honrar os pais devido aos acontecimento que vão sucedendo ao longo do livro e é isso que me deixa chateada, porque apesar de Tris estar a agir da forma que eu iria agir, esta não sabe quem está do seu lado e quem são os traidores, agindo assim de cabeça quente em diferentes acontecimentos.

 “Descobri que as pessoas são compostas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas.”

Estou ansiosa para ler o último livro desta bela trilogia e a resenha deve ir ao ar final do mês. Apesar de eu sentir o livro parado, gostei bastante dele e como no livro Divergente, a escritora sob continuar a história e mesmo inventando novos acontecimentos, estes tinham justificação para acontecimentos passados.

“Eu sou dele, e ele é meu, e tem sido assim desde sempre.”

cats

Resenha : Divergente

divergente

Livro: Divergente
Série: Divergente
Autor: Veronica Roth
Páginas em ebook: 290

Avaliação: 5/5

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


 

Divergente é uma distopia, que nos apresenta uma história após inúmeras guerras e disputas. Assim, a população cria um novo sistema, onde permite que as pessoas vivem agrupadas de acordo com a sua forma de vida, isto é: 

  • Os que acham que o altruísmo e a bondade são importantes, são pertencentes à Abnegação
  • Os que prezavam a sinceridade, pertence à Franqueza
  • Os que acreditam que o conhecimento era o principio mais importante, pertencem à Erudição
  • Aqueles que apoiam o companheirismo, pertencem à Amizade
  • E por último, os corajosos que encaram como uma filosofia de vida, pertencem à Audácia.

Mas nem todos pertencem a fação em que nasceram, por isso aos 16 anos, todos os jovens com os seus pais, reúnem-se para decidir a qual fação pertencem. Nesta história vamos acompanhar a vida de Beatrice Prior, uma jovem Divergente.

Divergente é não ter capacidade só para uma fação mas sim para várias e caso alguma fação queira controlas as outras, os divergentes são uma ameaça pois são imunes. Beatrice pertencia à Abnegação e escolhe Destemor, ai muda de nome e passa a ser reconhecida com Tris.

P1040497

“A razão humana é capaz de justificar qualquer mal; é por isso que não devemos depender dela.” – pág 111

Tris é uma rapariga esperta, com garra e enfrenta todos os obstáculos mesmo que sejam impossiveis, tornam-se possíveis. Todas as personagens são diferentes e temos desde os mais calmos aos mais maozão, como Eric, ele é o líder dos recrutas da Audácia e temos o  Quatro, o rapaz que demonstra ser mau mas que no fundo tem os seus problemas e ama que cuida dele.

“Alguém se ajoelha ao lado do rosto dele e fecha seus olhos. Deve ser para fazer parecer que ele está dormindo. Que idiotice. Por que as pessoas cismam em fingir que a morte é um tipo de sono? Não é. Não é.” – pág 317

O livro foca a  facção da Audácia mas também a Abnegação e a Erudição. Um livro cheio de ação que vocês vão adorar, onde aprendemos que o impossível não existe se tivermos força de vontade e que o amor é mais forte do que o resto.

“Os seres humanos, de uma maneira geral, não conseguem ser bons por muito tempo antes que o mal penetre novamente entre nós e nos envenene.” – pág 454

cats

Livros e rascunhos – Inicio

Image

Bem vindos ao blog Livros e rascunhos.  Eu sou a Beatriz, tenho 16 anos e adoro os temas que irei abordar aqui no blog. Irão encontrar opiniões a cerca de livros, filmes e séries, desde resenhas a novas aquisições, novas visualizações e preferidos.

Todas as semanas iram encontrar post feitos por mim. Espero que gostem do meu trabalho.

cats