Resenha : Divergente

divergente

Livro: Divergente
Série: Divergente
Autor: Veronica Roth
Páginas em ebook: 290

Avaliação: 5/5

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


 

Divergente é uma distopia, que nos apresenta uma história após inúmeras guerras e disputas. Assim, a população cria um novo sistema, onde permite que as pessoas vivem agrupadas de acordo com a sua forma de vida, isto é: 

  • Os que acham que o altruísmo e a bondade são importantes, são pertencentes à Abnegação
  • Os que prezavam a sinceridade, pertence à Franqueza
  • Os que acreditam que o conhecimento era o principio mais importante, pertencem à Erudição
  • Aqueles que apoiam o companheirismo, pertencem à Amizade
  • E por último, os corajosos que encaram como uma filosofia de vida, pertencem à Audácia.

Mas nem todos pertencem a fação em que nasceram, por isso aos 16 anos, todos os jovens com os seus pais, reúnem-se para decidir a qual fação pertencem. Nesta história vamos acompanhar a vida de Beatrice Prior, uma jovem Divergente.

Divergente é não ter capacidade só para uma fação mas sim para várias e caso alguma fação queira controlas as outras, os divergentes são uma ameaça pois são imunes. Beatrice pertencia à Abnegação e escolhe Destemor, ai muda de nome e passa a ser reconhecida com Tris.

P1040497

“A razão humana é capaz de justificar qualquer mal; é por isso que não devemos depender dela.” – pág 111

Tris é uma rapariga esperta, com garra e enfrenta todos os obstáculos mesmo que sejam impossiveis, tornam-se possíveis. Todas as personagens são diferentes e temos desde os mais calmos aos mais maozão, como Eric, ele é o líder dos recrutas da Audácia e temos o  Quatro, o rapaz que demonstra ser mau mas que no fundo tem os seus problemas e ama que cuida dele.

“Alguém se ajoelha ao lado do rosto dele e fecha seus olhos. Deve ser para fazer parecer que ele está dormindo. Que idiotice. Por que as pessoas cismam em fingir que a morte é um tipo de sono? Não é. Não é.” – pág 317

O livro foca a  facção da Audácia mas também a Abnegação e a Erudição. Um livro cheio de ação que vocês vão adorar, onde aprendemos que o impossível não existe se tivermos força de vontade e que o amor é mais forte do que o resto.

“Os seres humanos, de uma maneira geral, não conseguem ser bons por muito tempo antes que o mal penetre novamente entre nós e nos envenene.” – pág 454

cats

Anúncios

Deixe a tua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s